Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural

Murales de las unidades y pote de alumnos.


Postagens de 2017 / Febrero    Retornar para todas las postagens

México 2 - Sebastian

por Niten - 21-feb-2017

Para aqueles que ainda não o conhecem, deixei para apresentar hoje o Sebastian. Mais forte e determinado que muitos.
Chegou cedo, fez todas as modalidades e ficou até o final, até a exaustão:


"O que aprendi esse dia foi que não devo me render e que perseverar é o mais importante, se não entendia muito bem as palavras do Sensei, os exercícios sairam melhor depois de ver como ele fazia, depois de muito tempo porém me doiam os pés mas ao continuar  me dei conta que já estava chegando ao final ainda que no momento quisesse que terminasse logo.
Arigatou gozaimashita, Sayonara" - Sebastian (Unidade Mexico Polanco)




Niten Ichi Ryu




Sebastian: me doíam os pés

"Faz um mês que escutei ao Sempai dizer algo sobre que no Niten somos uma família e nesse gashuku me caíram um pouco mais claras essas palavras
Ver que o nosso Sensei, uma pessoa com tantos eventos, tinha uma 
proximidade tão agradável e tão humana com todos nós ao nos dar orientações que nos fizessem melhorar ou para fazer as coisas bem quando as estavamos fazendo mal.
FInalmente ver que meu sobrinho, Sebastián, que é um menino já aprendeu tanto, desfruta tanto dessas experiências e ver também que era considerado como mais um de nós. Me ficou claro que graças aos ensinamentos que o Sensei em pessoa nos trouxe e aquelas que aprendemos através do Sempai e dos Companheiros do Niten meu sobrinho pôde ter melhores raízes e mais possibilidades de se tornar uma pessoa forte não só fisicamente mas também em espírito" -  Valentin (Unidade Mexico )

comentarios   1 de 1

Maurício Borges - Belém (PA)Konbanwa a Todos, Yoroshiku Onegai Shimassu.
Shitsurei Shimassu.
Gostei muito de ler este `post` do Bushi Sebastian. Ele ensina muitas coisas. Mas, a mais importante, para mim, foi saber que em um treino de adultos, o Pequeno Grande Sebastian foi acolh (Continua)

Estágio na ADM - Celinne

por Niten - SP/Sorocaba - 14-feb-2017




"A experiência de estagiar na ADM foi aquilo que precisava.
Em clima acolhedor e com muito companheirismo, aprendemos a todo momento sobre postura em ambiente de trabalho, mas que podemos levar para tantas outras áreas da vida.

Olhar com cuidado e atenção para tudo, principalmente para as pequenas coisas, realizadas com pensamentos grandes, evitando problemas de qualquer imprevisto.

Neste período, dois pensamentos rodavam em minha cabeça, ambos de agradecimento. Graças aos ensinamentos de pessoas que conheci, geralmente mais velhas, pude realizar com tranquilidade tarefas que nem imaginava fazer um dia. Ao mesmo tempo, as dicas passadas pelos Senpais (mais antigos no Caminho) motivaram sempre a fazer o melhor possível. Desses dois pensamentos, reorganizei minha mente, agora com muito mais humildade em reconhecer e dar valor ao próximo, principalmente aquele com o qual podemos auxiliar e aprender.

Ao ouvir, ao falar ou até com uma pequena ajuda, conseguimos ser úteis. Receber algo em troca é apenas um bônus.

Agradeço ao Sensei e aos Senpais pela experiência e convívio. Levarei comigo mais do que os sorrisos, as orientações.

Domo Arigatou Gozaimashita!
Sayounara" - 
Celinne - Sorocaba




Celinne em treinamento Intensivo de Iaijutsu

Tags: Estagio,

Cuidando de Pérolas - Família Pierin

por Niten - blog - 06-feb-2017




Pierin é Coordenador na Unidade FLorianópolis do Instituto Niten
Seu filho Massaru o acompanha no dojo, desde pequeno, até que chegou o dia de colocar o treino em prática pela primeira vez.
Desde então, pai e filho são companheiros de treino também.
Companheirismo que fortalece os laços e dá ânimo para enfrentarem as batalhas, Juntos!




Relato Pierin, Pai, treinando há mais de 7 anos no Niten:
"Iniciei meus treinamentos no Niten quando meu filho tinha por volta dos 2 anos e meio. Ele ainda pequeno me acompanhava e gostava muito de toda a novidade. Porém quando eu saia para treinar ele pedia pra eu ficar brincando com ele, as vezes fazia uma birra e tal. Certa vez ele parou em frente a porta e não deixou eu sair. Então me abaixei e disse a ele que estava indo para ficar mais forte. Não sei porque, mas ele na hora saiu da frente e desde então não teve mais nenhuma atitude dele em relação a eu não ir treinar.

Passaram-se alguns anos e, eu e mãe dele nos separamos, foi um momento difícil e muito delicado. Eu acabei absorvendo mais os cuidados com ele, pedi para ficar mais tempo com ele durante a semana e aos finais de semana ela ficava com ele. Então, me dediquei a preparar a comida, montei meu trabalho em casa e um rotina bem puxada. Nesse periodo ele já estava com quase 5 anos, e eu estava ajudado na coordenação do Niten em Florianópolis, então ele começou a ir aos treinos e participar livremente, como podia. E ele se divertia muito, conhecia todos os alunos e deste esta época ele treina, sabe o nome de todos e sempre quando falta alguém ele me pergunta se se o aluno esta bem. Ainda assim só matriculei ele quando ele fez 6 para 7 anos, não havia KIR jovem, foi um momento de muitas tarefas de escola, trabalho e treino, mas nos fortalecemos.

Hoje temos o Kir Jovem em Florianópolis, todos os alunos amigos de meu filho. Há um ano atrás viajamos para um treino em Santos, onde ele de Bogu treinou durante 2h a 3h direto, com um intervalo pra água, eu me afastei dele nesse momento do treino, pois pensei que ele não conseguiria...mas conseguiu e foi transformador, para ele e para mim.

Desenvolvi mais confiança nele e em seguir nos treinos. Ele esta ficando forte!
Treinar juntos é um presente, é dar significado a todas as dificuldades que enfrentamos. Temos um sentimento unificador entre nós, que é reforçado durante os treinos e quando encontramos o Sensei e sua família. Sinto que para meu filho estar no Niten é algo natural, ele se sente feliz, as tristezas deixam o olhar e uma alegria e confiança interior crescem. Arigatougoimashita Sensei por trazer a nós essa nova oportunidade de crescer."






Relato Massaru, 9 anos, mais de 3 anos treinando firme no Niten:
Quando estou treinando e lutando com meu pai, parece que é pra valer...sinto que estou em um campo, bem grande, e lutamos somente nós dois. Isso é bom, porque a gente se entende pelo olhar, mesmo fora do Dojo, a gente consegue se entender melhor no dia a dia.

E quando estou na escola e preciso prestar a atenção, lembro dos treinos e consigo ficar focado no que preciso.

Eu sinto que o Niten fez a gente ficar mais ligado um no outro. Os treinos ajudam a ficar com o espirito acordado.



Tags: Familia,


Retornar para últimos postagens


    topo

    Instituto Niten Internacional
    +55 11 94294-8956
    contacto@niten.org