Ir para o Conteúdo

Café con Sensei

Pensamientos y comentarios del Sensei Jorge Kishikawa


10-jul-2012

Gashuku 1 – El Gaijin con mirada de tigre

Findo o Gashuku deste fim de semana ( CS - Gashuku 1 - O Gaijin com olhar de tigre), recebi o email deste aluno, que por sinal, levou o troféu de campeão no Rio de Janeiro:

 

"Como da última vez o Gashuku deste meio do ano aconteceu no templo Nikyojji, lugar com uma energia diferente, ao meu ver mais pura e mais zen. E era essa energia mais zen que precisava para poder escutar e observar melhor o que aconteceu neste Gashuku.

 

 

 


Ao contrário do que se passou no anterior senti que este era muito para se observar e aprender do que se praticar. A exemplo, pude ver rapidamente pela primeira vez, pois tinha de colocar o bogu para a última etapa dos treinos, o Sensei praticar o tameshigiri e antes mesmo dele falar sobre o porque do Jodan nito ficar inicialmente pouco acima da altura dos olhos já tinha percebido, a diferença no resultado dos cortes.



 



Quanto ao Hidensho ( CS - Hidensho - Palavras Iniciais ) combate, foi verdadeira luz para orientar a prática de todos que o assistiram: o que fazer para ser mais efetivo no combate usando todos os recursos dos kamaes. Posturas dificeis como o katategedan (katate= uma mão, gedan= ponta apontada para o solo), ao meu ver, tiveram algumas posturas e golpes básicos desvendados.

 

 

Mas acho que o que mais gostei neste Gashuku foram os Momentos de Ouro sobre o shugyo ( CS- Shugyo com o Sensei 1 - Melhorar o mundo ) do Sensei e do senpai Sanches, contado de uma forma diferente: como que uma conversa de dupla que acabou de voltar de viagem para seus amigos. Todos nós reunidos para escutar os acontecimentos e surpresas desta viagem de aprimoramento.

 

 


 

Dos Gashukus que participei, este foi ao meu ver um pouco mais diferente, aprendi mais escutando e observando.

 




 

 

Arigato Gozaimashitá Sensei . "

Kalawatis (Unidade Rio de Janeiro)

 

Ao que respondi:
"Kalawatis,
gokurosama pelos dias de Gashuku
quem não viu e nem escutou ficou 5 anos lá atrás do Caminho..."



topo

Instituto Niten Internacional
+55 11 94294-8956
contacto@niten.org